top of page
James Weston - Quando Maria Abramovic Mo
Capa - Abramovic, Marina - Pelas Paredes
Captura_de_Tela_2019-03-19_às_08.37.40
Capa_Almeida_MárciaCaptura_de_Tela_202
Arendell_-_Captura_de_Tela_2020-03-31_aÌ
Capa - Artaud - O teatro e seu duplo.jpg

Digo que a cena é um lugar físico e concreto que pede para ser preenchido e que se faça com que ela fale sua linguagem concreta. Digo que essa linguagem concreta, destinada aos sentidos e independente da palavra, deve satisfazer antes de tudo aos sentidos, que há uma poesia para os sentidos assim como há uma poesia para a linguagem e que a linguagem física e concreta à qual me refiro só é verdadeiramente teatral na medida em que os pensamentos que expressa escapam à linguagem articulada.

Antonin Artaud

Capa_Hoghe_-_Bandoneon_-_Captura_de_Tela
PINA.jpg
Capa Pina Bausch 01.png

... tímida, composta, diáfana, vestida de negro, lá estava minha princesa austríaca. Era Pina Bausch. Um monja com um sorvete, uma santa de patins, um vulto de rainha exilada, de fundadora de uma ordem religiosa, de juíza de um tribunal metafísico que de repente lhe pisca um olho. Com seu vulto aristocrático, tenro e cruel, misterioso e familiar, fechado numa enigmática imobilidade, Pina Bausch sorria para mim para se fazer reconhecer. Que bela face! Uma daquelas faces destinada a se fixar, gigantesca e perturbante, nas telas do cinema. O espetáculo de Pina Bausch, eu o assisti do começo ao fim, e gostaria que fosse mais longo. Senti logo uma grande simpatia, cúmplice de uma graça sem igual, de uma brisa alegre que soprava sobre a cena.

Federico Fellini

Capa Pina Bausch 02.png
capa_estudos_da_presença_pina_bausch.j

Pina Bausch

capa cathy turner.png
Capa roy bennet uma breve historia da mu
Capa_-_bergson_matéria_e_memória.png
Capa - Bergson o Pensamento e o movente.
Capa - Bergson - o riso.png
Capa_-_Bergson_Evolução_criadora.png

Débora Bolsanello. Educação somática: o corpo enquanto experiência.

Débora Bolsanello. A educação somática e o contemporâneo profissional da dança.

Débora Bolsanello. Pilates é um método de educação somática?

Matteo Bonfitto. Tecendo os sentidos: a dramaturgia como textura. [VER DOSSIÊ]

Matteo Bonfitto. The artist is present: as artimanhas do visível.

Aurore BonnetAmbiance et mouvement des corps: rythmes de marche dans l'espace public.   [VER DOSSIÊ]

Aurore Bonnet. Qualification des espaces publics urbains par le rythmes de marche - approche à travers la danse contemporaine. [VER DOSSIÊ]

Vanessa Benites Bordin. Artivismo - tensões entre vida e arte: a experiência de uma performer no ritual Worecü.

Franck Boulègue. Screendance and surrealism.

Pierre Bourdieu. O poder simbólico.

Nicolas Bourriaud. Estética relacional.

Nicolas Bourriaud. Pós-produção: como a arte reprograma o mundo contemporâneo.

Bya Braga; Patrícia Pinheiro. Atos poéticos performativos no 'Chão de Tupinambá'.

Paola Secchin Braga. Dramaturgia no corpo. [VER DOSSIÊ]

Carlos Augusto Brandão. A educação como cultura.

Carlos Augusto Brandão. A pergunta a várias mãos: a experiência da partilha através da pesquisa na educação.

Carlos Augusto Brandão. A pesquisa participante e a participação da pesquisa.

Carlos Augusto Brandão. Educação popular.

Gabriele Brandstetter. Dança como cena-grafia do saber.

Gabriele Brandstetter. Defigurative choreography: from Marcel Duchamp to William Forsythe.

Gabriele Brandstetter. Entrelaçamentos culturais em dança.

Gabriele Brandstetter. In and out of sync: ritmos de tradução em performance e dança.

Erin Brannigan. Dancefilm: choreography and the moving image. [VER DOSSIÊ]

Aline Silva Brasil; Daniela Gatti. Corpo-lugar: ensaio reflexivo sobre um processo criativo em dança.

David Le BretonElogio del caminar. [VER DOSSIÊ]

David Le Breton. Marcher: éloge des chemins et de la lenteur. [VER DOSSIÊ]

Eliane Brum. A invenção da infância sem corpo.

Leonel Brum. Movimentos da videodança brasileira. [VER DOSSIÊ]

Bourdieu - Poder Simbólico.png
Branigan_-_Captura_de_Tela_2020-03-28_aÌ
Breton - Caminar.png
Breton - Elogia del caminar.png
Captura_de_Tela_2019-10-09_às_19.29.02
Captura_de_Tela_2020-03-29_às_13.10.43

Dossiê
CAMINHAR
(por Paulo Caldas)

Solnit - Wanderlust.png
Breton - Caminar.png
Capa Frederic Gros - Caminhar.png
Careri - Caminhar.png
Ingold - Ways of Walking.png
Careri - Walkscapes.png
Breton - Elogia del caminar.png
Chang_-_Total_Chaos_-_Captura_de_Tela_20
Chang - Can't stop.png

Irani Cippiciani - Gênero e performance no Sul da Índia - o feminino ambivalente: da força da deusa à negação da mulher.

Elizabeth Claire. Dance studies, gender and the question of history.

Royd Climenhaga. Pina Bausch.

Royd Climenhaga (Ed.). The Pina Bausch sourcebook: the making of Tanztheater.

Silvia Pinto Coelho“Práticas de atenção”: ensaios de desterritorialização e performance coreográfica.

Renato Cohen. A cena transversa: confluências entre o teatro e a performance.

Renato Cohen. Perfomance e telepresença: comunicação interativa nas redes.

Amélia Conrado; Laudemir P. dos Santos; Maria Paixão. Danças e africanidades: desafios anticoloniais na pós-graduação em dança, caminhos desobedientes para epistemologias e estéticas insurgentes.

Amélia Conrado; Sueli Santos Conceição. Dança e música de blocos afro: fundamentos de uma poética e política negra.

Giovana Consorte; Rousejanny Ferreira. Discutindo juventudes: microrrevoluções entre a cultura e a educação.

Guy Cools. De la dramaturgie du corps en danse[VER DOSSIÊ]

Guy Cools. Sobre dramaturgia da dança[VER DOSSIÊ]

Volmir Cordeiro. Valeska Gert e Marcelo Evelin: morrer em dança.

Antenor Ferreira Corrêa. Indígenas em contexto urbano e identidade: uma colaboração artística com os Wapichana.

Josiane Franken Corrêa; Débora S. Allemand; Thiago S. de Amorim Jesus. As danças na educação básica; nas festas escolares e para além delas.

Josiane Franken Corrêa; Flávia Marchi Nascimento. Ensino de dança no Rio Grande do Sul: um breve panorama.

Daniel Santos Costa; Sayonara Pereira. Da oralidade popular brasileira a uma dança teatral performativa: o corpo pós-colonial como lugar de experiência.

Pablo Assumpção Barros Costa. Da rua como coisa ativa: sua força linguística, mística e estética.

Pablo Assumpção Barros Costa. Delinquência erótica, uma poética: experimentos em sensualidade etnográfica e teoria queer.

Pablo Assumpção Barros Costa. Os sentidos da intimidade: corpo, gênero e sexualidade.

Pablo Assumpção Barros Costa. Ressonâncias queer na música popular brasileira: voz, escuta, pertencimento.

Pablo Assumpção Barros Costa; Christine Greiner. Dobrar a morte, despossuir a violência: corpo, performance, necropolítica.

Karyne Dias Coutinho; Robson Haderchpek. Pedagogia de si: poética do aprender no teatro ritual.

Capa Pina Bausch 01.png
Capa Pina Bausch 02.png
+D

D

Capa_Danto_transfiguracão_Captura_de_T